Tessituras e Tramas


Livro "Tessituras e Tramas" de Ianê Mello

O poeta, em sua ardilosa missão de materializar em versos sentimentos e emoções, pode e deve se tornar um poderoso mutante; deve ter a flexibilidade da cobra ao se rastejar nas profundezas das mazelas humanas; pode ser ave ansiosa alçando altos e intensos voos ao tentar vislumbrar novas possibilidades de linguagens e expressões verborrágicas; pode ser aranha tecendo versos através de imagens marcantes que remetem a realidades oníricas que ora encantam, ora torturam; ou pode ser simplesmente uma mulher que através de seu ofício assume para si a dor e a delícia de todos os homens em suas trajetórias pela terra de forma misteriosa e amorosa. Assim é Ianê Mello em sua poesia, que, ao mesmo tempo em que denuncia a coisificação e maquinização do homem, também clama por sua liberdade de agir, de sentir, de pensar, de amar.

Marcio Rufino

Sobre a Autora:

Ianê Mello é carioca, nascida no Rio de Janeiro, em 12 de junho de 1963. Foi professora e orientadora educacional no município. Pós-graduada em Pedagogia, formada pelo Instituto Isabel. Experimenta diversas propostas em textos literários, desde poemas e haicas até a prosa. Edita e participa de sites e fóruns literários, tendo textos publicados na Comunidade Literária Benfazeja, na antologia Momento Litero-Cultural, na revista Zunai e na revista biografia.

Em 1983, teve seu poema “Morte Interior” premiado no Concurso Raimundo Correia de Poesia e publicado na antologia “A Nova Poesia Brasileira”, pela editora Shogun Arte. Em 2012, seu poema “Abrigo de Pedras” foi publicado na revista Cultural Novitas. Participa ativamente de Saraus Poéticos, tais como Pelada Poética no Leme, Corujão da Poesia, Identidade Cultural e Movimento Culturista e Um Brinde à Poesia de Niterói.


Acesse Também o Blog: Labirintos da Alma

 

* Fotos por: Famont Produções

Deixe um comentário!